Sul e Sudeste serão as primeiras regiões com mais idosos que crianças, diz projeção do IBGE

© Foto: Nacho Doce/Reuters

O envelhecimento da população brasileira se fará sentir inicialmente no Sul e no Sudeste do País, de acordo com a Projeção da População (revisão 2018), divulgada nesta quarta-feira, 25, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Até 2060, segundo a pesquisa, um quarto da população do Brasil (25,5%) deverá ter mais de 65 anos.

O Rio Grande do Sul é apontado como aquele que primeiro experimentará uma proporção maior de idosos do que de crianças de até 14 anos, já em 2029. Quatro anos depois, em 2033, o Rio de Janeiro e Minas Gerais também deverão ter mais idosos do que crianças. Em contrapartida, Estados considerados mais jovens, como Amazonas e Roraima, continuarão com mais crianças do que idosos até o limite da projeção, em 2060.

A idade média da população brasileira hoje é de 32,6 anos. Nove estados apresentam idade média abaixo de 30 anos (todos os Estados da região Norte, além de Alagoas e Maranhão). O Estado mais jovem do País é o Acre, com idade média de 24,9 anos. Por outro lado, os Estados da região Sul e Sudeste apresentam idade média da população acima da projetada para o Brasil, sendo o Rio Grande do Sul o mais velho, com uma media de 35,9 anos.

Atualmente, a maior expectativa de vida ao nascer é registrada em Santa Catarina (79,7 anos). Em 2060, o Estado do sul mantém o posto, chegando aos 84,5 anos. No outro extremo, o Maranhão (71,7 anos) tem hoje a menor esperança de vida, posição que deverá ser ocupada pelo Piauí, em 2060 (77 anos).

Fecundidade

Os números refletem as taxas de fecundidade. Atualmente, é de 1,77 filho por mulher. Em 2060, o número médio deverá chegar a 1,66. As maiores taxas estão em Roraima (1,95), Pará, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul (todos com 1,8). As menores deverão estar no Distrito Federal (1,50) e também em Goiás, Rio de Janeiro e Minas (todos com 1,55). A idade média em que as mulheres têm filhos hoje no país é de 27,2 anos, número que poderá chegar a 28,8 em 2060.

Segundo a pesquisa, a população do País continuará crescendo até 2047, quando deverá chegar a 233,2 milhões de pessoas. Nos anos seguintes, ela cairá gradualmente até chegar a 228,3 milhões em 2060.

 Fonte: MSN – Sul e Sudeste serão as primeiras regiões com mais idosos que crianças, diz projeção do IBGE

Newsletter

Gostaria de ficar por dentro das novidades da Associação São Joaquim? Preencha os campos ao lado e receba nossa newsletter.

Nossos Parceiros

(11) 4186-0520 | Estrada João Fasoli, 701 - Jardim Marilu, Carapicuíba-SP - CEP 06343000 | saojoaquim@saojoaquim.org.br

  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook
  • Twitter